quinta-feira, 10 de junho de 2010

Moldagem

Quando saí já era dia
Mas a lua brilhava, imponente,
No meu céu azul e seco
Céu de inverno.

Adoro essas misturas
Que o universo se auto faz,
Dia com lua,sol com noite,
Parece saber sair sozinho
Da rotina que construiu.

Saí tarde, mas acordara cedo
Perdera muito tempo em frente ao espelho
É que naquele dia não me reconhecera
Aqueles olhos não eram meus
Aquela pele, tinha certeza
Havia mudado durante o sono.

Mas tudo bem, me misturava
Como o universo fora da rotina
Me acostumaria com a mudança
e mudaria mais de uma vez
(nunca fui alguém de faces iguais).

4 comentários:

  1. Que belo. Parabéns, ótimo texto.

    ResponderExcluir
  2. "Saí tarde, mas acordara cedo
    Perdera muito tempo em frente ao espelho
    É que naquele dia não me reconhecera
    Aqueles olhos não eram meus
    Aquela pele, tinha certeza
    Havia mudado durante o sono."

    Palavras tiradas da minha boca... Perfeito Gabi! Sou teu fã mesmo, sua lagartixa amarela. Beijos, te adoro

    ResponderExcluir