sábado, 2 de abril de 2011

Cansaço


Minha gata me encarava de baixo da escrivaninha.
Ela dizia: sei quem és, sei quem és.
Sabe bem que não é possível confiar cegamente
na doce ilusão de que o tempo muda tudo.

Esse "tempo" não muda nada.
O passar dos dias se anula e, se eu bem pensar,
Seguir em frente é pelo cansaço de esperar...
Mudar de vida é pelo cansaço de esperar a esperada vida chegar.

Um comentário: