quarta-feira, 25 de julho de 2012

Paranóia

Perdi o controle
Aive lóst controu
Não vou arriscar no espanhol
pois não tenho o charme das argentinas
mas bem que gostaria de falar francês
Die t'âime, no me quite pas...
Vou ficar escrevendo seu número do celular e da casa, vou escrever o nome da sua mãe do seu pai e dos seus filmes favoritos: não quero acordar e perceber que deixei escapar suas lembranças, andei pela casa umas cinco vezes deixei de lado meu medo de descer a escada à noite
acendi e apaguei, acendi e apaguei,
acendi apaguei acendi apaguei
acendi sem parar a luz do banheiro, tanto que ela queimou, da próxima vez que entrar em sua casa vou roubar uma camiseta suja pra usar de fronha, um mês depois eu sei já sei vou me desesperar quando ela já não tiver mais seu cheiro, quer dizer que não há mais volta pra mim pra ti, no lugar onde me meti o telefone não funciona, de manhã vou a praia mas a noite é fria o céu é mais estrelado eu perdi o controle
Aive lóst controu
Não vou arriscar no espanhol
pois não tenho o charme das argentinas
Mas bem que queria falar francês
Die t'âime, no me quite pas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário