quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Não esquenta, amor,

Que no fim das contas tudo vira
mais um bibelô quebrado
remontado, recolado,
numa estante de lembranças,
que só serve
pra tirar o pó.

Um comentário:

  1. muito bom!
    muito massa a tua escrita!
    que bom que apareceste pra dividir com a gente!
    um beijo

    ResponderExcluir