segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

mérito originalidade emprego e venda

Evitar
exibições
do ser em local
público.

Evitar
palavras feias
em locais
poético-burocráticos.

Evitar pessoas
feias
em locais
de exibição pessoal.

Evitar roupas sujas
braguilha aberta
cocô no pé
alface no dente.

Evitar unhas descascadas
pêlos de gato
pegar sapo na mão
sovaco peludo.

Evitar
casos de amor
em cidades conservadoras.

Evitar
andar
com "esse" tipo de gente.

domingo, 1 de fevereiro de 2015

Saudade

Amor meu,
quando tu partes a saudade
é maior que tudo.

Vejo a saudade escorrer por minhas paredes,
Sinto-a entrar em minha pele,
Habitar meu peito
em forma de vazio.

A saudade como uma fisgada
que finca sempre quando me mexo.
Algum órgão infeccionado.

A saudade a me lembrar
de ti
plenamente.

Tua presença constante,
A sensação de ti,
A saudade.

Saudade que me faz escrever-te
um poema de amor,
Sentir-me tola
- ou não,
pois um poema de saudade.

A saudade é esta coisa masoquista
que me mantém
apaixonada
ao me torturar.