segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Poema-passado

Quando te vi de verdade pela primeira vez:

Há uma sombra a seu lado,
Estou na sombra.
Devo subir em suas costas e procurar permanecer no sol?
Devo correr ao topo para encontrar a grama verde de seus cabelos?
Há uma sombra
Mas ninguém vê
Eu vejo.
Uma sombra em seu corpo
E esta falta me cobre.
Devo partir?
Permaneço em suas costas buscando pelo sol?

O cheiro do seu cangote
é o cheiro da minha casa
um cheiro gosma
um cheiro mal lavado
um cheiro que amo com a intensidade do meu ser

Devo partir?

Nenhum comentário:

Postar um comentário